10 de Abril de 2020, sexta-feira

Nunca fiz, como faço?

Ok, eu li, estudei, me preparei mas... Nunca havia costurado e colado ripinhas antes! Devagar comecei a encaixar na ponta do molde tomando a precaução de revestir este com fita adesiva (tipo durex) para evitar que a cola que escorra prenda o molde nas ripas, sempre passando a cola numa face e parafusando para manter no lugar. Funcionou, mas ficou uma marquinha na madeira... Vamos de "puxa-saco" (ou grampo) ver se fixa melhor!

Geraldo e Gabriel

13 de Abril de 2020, segunda-feira

Lixar para passar o tempo

Uma coisa que precisa ficar impecável antes de aplicar a fibra de vidro é a coloração da madeira. Qualquer mancha, marca de cola, ranhuras da serra ou falha natural da madeira  deixará aparência prejudicada. Para que isso não ocorra é necessário lixar muito bem para corrigir imperfeições e obter um acabamento liso e homogêneo. Comecei hoje a dar uma primeira lixada. Experimentei a lixa de grão 80 mas ela deixava marcas. Aumentei para uma de 120 e gostei do que vi. 

Geraldo e Gabriel

11 de Abril de 2020, sábado

Aprendendo na prática

Resolvi continuar utilizando  a útil parafusadeira elétrica mas ao invés de fixar a madeirinha no molde estou usando os parafusos para "encostar" uma ripa na outra enquanto a cola seca. Para auxiliar estou utilizando barbante para unir as peças durante a secagem. Dá um pouco mais de trabalho mas deste modo não estou marcando a madeira! Ah, sim, resolvi colocar uma quilha. Não queria muito mas admito que a aparência ficou melhor e mais fácil de trabalhar fortalecendo ao conjunto.

Geraldo e Gabriel

14 de Abril de 2020, terça-feira

Delimitando o casco

Mesmo lendo e assistindo vídeos não havia ainda visualizado como seria a junção da parte de baixo com a de cima do caiaque. Para fazer esta "antepara" que irá servir de guia para a junção das duas metades utilizei uma peça um pouco mais grossa com 15mm de cada lado. Coloquei com parafuso (mas sem cola) na ponta do molde e curvei as ripas de madeira acompanhando a curvatura do casco para delimitar o final de cada seção. Ficou bom e foi prático, agora pretendo colar as ripas nesta moldura e utilizar a tico-tico para serrar as arestas.

Geraldo e Gabriel

12 de Abril de 2020, domingo

Um é pouco, dois é bom!

Já consegui um ritmo que considero bom para o caiaque, colo uma camada pela manhã e outra a tarde, totalizando 4 por dia. Parece pouco mas estou crescendo a um ritmo de 8 centímetros por dia! Tempo livre para começar a montar a canoa. Para esta construção estou utilizando ripas de madeira de 25mm por 20mm aparelhadas e lixadas. A ideia é montar o esqueleto e colar uma ripa de cada lado por dia. Vamos ver se dá certo!

Geraldo e Gabriel

15 de Abril de 2020, quarta-feira

Hoje é dia de canoa

Resolvi dar um tempo com o caiaque hoje para que as peças sequem bem antes de continuar mexendo. Então me adiantei e colei 2 ripas em cada lado da canoa, adiantando um dia na construção prevista (uma camada por dia é o ritmo que coloquei como meta). Entre uma secagem e outra resolvi dar uma primeira lixada no costado para tirar as imperfeições e limpar a cola. Confesso que achei mais fácil de fazer que o caiaque, uma vez que como esta construção é tipo "escama de peixe" pude lixar uma ripa por vez o que facilita o trabalho da lixadeira. Estamos no prazo, vamos continuar trabalhando!

Geraldo e Gabriel

16 de Abril de 2020, quinta-feira

Experimentando

Lembram que eu falei que o parafuso deixava marcas na madeira e que estas marcas ficavam  visíveis mesmo depois de lixadas? Então, para evitar este problema no costado da canoa estou fazendo assim: Cola na ripa, encosto na posição correta e fixo com o auxilio do grampo. Após estar na posição correta pego o barbante de algodão e envolvo a madeira bem próximo ao grampo amarrando bem para que a madeira não saia do lugar. Após coloco uma pregador de madeira (estes de roupas) no cordão de algodão como se fosse uma cunha forçando a madeira ao encontro das peças já coladas. Depois disso tiro o grampo e vou para o próximo pedaço. Trabalho lento, mas como estamos de quarentena...

Geraldo e Gabriel

17 de Abril de 2020, sexta-feira

Uma semana!

Chega ao fim a primeira semana da construção e com ela algumas lições importantes foram aprendidas na prática tais como: Não devemos usar parafusos (mesmo os mais finos) porque marcam o casco, a mesa onde fixamos os cavernames tem que ser resistente (conto esta história no blog), o encaixe da parte de cima do caiaque fica mais fácil se fixarmos um gabarito em volta do casco (na foto dá para ver este detalhe), devemos respeitar o ritmo da construção para não refazer o trabalho por conta de peças não totalmente secas. Mas o ritmo foi bom, estamos satisfeitos!

Geraldo e Gabriel

Semana 1

Enfim começamos

Muitas duvidas, uma certa euforia em colocar na prática o que levamos semanas lendo e planejando enfrentando algumas dificuldades, tendo que nos adaptar a muitas situações novas, mas chegamos ao final desta semana satisfeitos com o trabalho. Semana 2 nos espera!

Geraldo e Gabriel

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now